Qual o Seu Nível de Inteligência Emocional?

Qual o Seu Nível de Inteligência Emocional?

Você sabia que existem conceitos importantes para aumentar seu nível de inteligência Emocional?

São formas de você aproveitar os estados emocionais da sua vida ao seu favor e ter mais resultados positivos com elas.

Você conhece ou já viu histórias de pessoas com MBEs, mestradas, doutoradas, pós doutoradas, ou seja, com muita capacidade em suas áreas de atuação e que não deslancham na vida por conta da má gestão das suas emoções?

São pessoas que sentem raiva e se descontrolam, quando na verdade, não poderiam se dar o luxo de se descontrolar exatamente naquele momento.

Pessoas que amam muito seus familiares e nunca conseguem dizer isso a eles.

Líderes que agradam seus liderados por conta de não saberem dizer não e se posicionarem de acordo com o cargo que ocupam. Ou ainda, não conseguem dar um feedback de correção e de melhoria por receio de não serem bem vistos por essa atitude.

Poderia citar vários exemplos aqui, porém, você sabe quais são as atitudes que tem limitado a sua vida. E é importante que você identifique essas emoções. Porque quando você acessa essas emoções, você acessa juntamente muitos recursos que elas te trazem.

Inteligência Emocional

Por exemplo, quando você acessa a raiva, você acessa um recurso chamado energia física para a ação. Quando você acessa a gratidão, você percebe a ansiedade e a angústia desaparecerem.

Tem muitas pessoas que imaginam que são dominadas pelas emoções e que não tem como controla-las. O que não é verdade de forma alguma!

O ser humano tem domínio sobre suas emoções e isso é algo que se aprende. E se aprende como qualquer outra coisa. Com foco, com determinação, com técnicas e com perseverança.

Inteligência Emocional 2 - Qual o Seu Nível de Inteligência Emocional?

Mais um exemplo: Quando uma pessoa entra em um estado de tristeza, naturalmente seu semblante decai, sua postura física se abate, ela se fecha no sofrimento… Você já viu uma pessoa extremamente triste dando um belo e contagiante sorriso? Difícil, né?

Se você entender que é você que comanda as instruções para o seu cérebro e que ele somente reage as suas ordens e passa a encontrar novos caminhos para sair daquele estado anterior e seguir as novas direções dadas por você. Você estará na frente de muita gente e já trilhando o caminho da gestão das suas emoções.

Você precisa estar atenta a suas emoções e determinada a aprender a acessar novos recursos disponíveis em seu cérebro e agir sempre que for atingida por emoções que mexem com o teu equilíbrio e bem estar.

Qual o Seu Nível de Inteligência Emocional?

Vamos imaginar que você teve um dia muito difícil no seu trabalho e está indo pra casa levando toda aquela carga negativa. Mas você tem consciência que sua família não tem nada a ver com o que aconteceu e que não é justo, que depois de um dia todo longe de ti elas te recebam com carinho e saudades e você entregue mau humor, desânimo ou até raiva e ainda, falta de paciência. Então, ainda no carro, antes de chegar, pare e pense que você está sendo conduzida pelo seu cérebro com as reações naturais daquela emoção ruim. E é você que vai tomar a rédea e dar as ordens para sua mente mudar aquele cenário.

Imediatamente, comece a respirar com força e determinação, mude a música para uma mais alegre, mais dançante. Comece a lembrar de coisas que te fazem bem, coisas engraçadas e comece a sorrir… Seu cérebro não vai entender nada, mas ele vai buscar os recursos que precisa para reagir a nova instrução emocional.

Dessa forma você chegará em casa com mais força e ânimo e vai estar bem melhor no dia seguinte para resolver o que precisar.

Inteligência Emocional

Consegue entender como fica mais fácil de fazer isso à medida que vai exercitando e priorizando essa mudança sempre que acessar emoções indesejadas?

Cada pessoa desenvolve seus próprios recursos, aquilo que pra ela faz sentido. Não existe um mapa pré-determinado com regras para essas questões.

Assim como conselhos, é muito relativo levar em consideração o que os outros acham. Quer ver, se você está tendo dificuldades em sua vida profissional e pergunta para várias pessoas o que você deveria fazer, umas dirão que você deve fazer concurso público, outras dirão que você deve abrir seu próprio negócio, outras ainda dirão que você deve procurar trabalho mas em outra área, pois, a que você atua não tem nada a ver com você e por aí vai. A verdade é que você é que sabe o que te faria feliz na essência…

Você sempre tem que levar em conta o que faz sentido pra você, e não a vida das outras pessoas, que às vezes estão em outro momento. Vivendo outra realidade e não tem como modelar situações tão distintas ou vidas tão diferentes. Sem dizer que muitas vezes são vidas mascaradas, ou de fachadas!

A única pessoa com quem você deve se comparar é com você no dia de ontem. Para medir os seus avanços e progressos.

Gestão Emocional

O que eu fiz hoje, foi melhor do que eu fiz ontem? O que eu comi hoje foi mais saudável do que eu comi ontem? Abracei mais meus filhos hoje que abracei ontem? Avancei mais alguns degraus em relação ao meu novo projeto?

Veja como tudo vai se modificando aos poucos, dia após dia. Mês após mês, ano após ano. E quando você vê, você atingiu muitas metas, venceu muitos limites e conquistou muitas coisas…

Encare que o que aconteceu no seu passado, sendo bom ou ruim, fez você ser quem você é hoje. E o que acontecer hoje vai determinar quem você será no futuro!

Pense de forma positiva em relação as coisas que tem abatido emocionalmente. Imagine que os problemas que você está enfrentando no seu trabalho ou com a sua empresa são estressantes e difíceis de resolver. Mas lembre-se de que muitas pessoas estão sem trabalho ou com suas empresas falidas.

Ah, e se alguém amassou o teu carro no estacionamento? Ok. Se eu não tivesse carro isso não teria acontecido. Mas é melhor ter o carro e resolver esses perrengues de vez em quando, do que não desfrutar da comodidade que o carro me dá.

Pense que, como essas pedras em nossos caminhos vão nos tornando pessoas mais resilientes, ou seja, aguentamos a pressão e não sucumbimos, mas voltamos ao estado original mais rápido e até melhores, mais resistentes!

Tenha uma conversa séria com você mesma e decida que é hora de mudar!

E o melhor dia para começar é hoje.

E se precisar da ajuda de um profissional, busque, porque é uma forma de encurtar o caminho aprendendo métodos que facilitam o processo.

Juntos somos mais fortes!

Juntos com Deus somos invencíveis!

Andrea Dusik - Qual o Seu Nível de Inteligência Emocional?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *