Vale a Pena fazer Portabilidade de Financiamento Imobiliário?

Vale a Pena fazer Portabilidade de Financiamento Imobiliário?

Com a redução das taxas de juros dos financiamentos imobiliários anunciada pelos grandes bancos, o que se tem notado é uma disputa pouco velada pelos clientes deste tipo de crédito. Que isso beneficia aqueles que pretendem financiar a compra de um imóvel não existe dúvida. Entretanto, algo que pode passar despercebido para alguns é que esta política pode, também, ajudar quem já tem um imóvel financiado.

Portabilidade de Financiamento Imobiliário - Vale a Pena fazer Portabilidade de Financiamento Imobiliário?

Vale a Pena fazer Portabilidade de Financiamento Imobiliário?

A portabilidade do financiamento está se tornando uma opção bastante atraente para quem teve seu contrato fechado em épocas de taxas de juros mais altos.

Mas, afinal, o que é portabilidade?

Portabilidade é a transferência de uma operação de crédito para outra instituição financeira. Quando o tomador do crédito encontra taxas de juros menores em outra instituição, ele tem o direito de trocar de credor. Isto está regulamentado pela Resolução nº 4292/2013 do Banco Central.

Na prática, o que acontece é que o novo banco quita a dívida do mutuário perante o banco inicial e negocia novas condições para financiar o saldo.

Vale a Pena fazer Portabilidade de Financiamento - Vale a Pena fazer Portabilidade de Financiamento Imobiliário?

Mas será que vale a pena?

O que os especialistas têm mostrado é que a portabilidade só vale a pena se o contrato original tiver sido celebrado quando as taxas de juros estavam na faixa dos 10% ao ano. Fora disso, os custos envolvidos inviabilizam a operação. Isto porque a nova instituição cobra cerca de 3 mil reais como taxa para uma nova avaliação do imóvel. Além disso, todos os custos de documentação correm por conta do cliente. É importante avaliar o CET (Custo Efetivo Total) do novo financiamento antes de fazer a opção.

Portabilidade de Financiamento Imobiliário

O que na prática vem ocorrendo é que, em um grande número de casos, os cartórios têm reduzido o valor dos custos em casos de portabilidade e os bancos tem incluído o valor da avaliação do imóvel no valor do financiamento, podendo o cliente pagá-lo parceladamente nas mesmas condições do contrato. Isto facilita a vida do mutuário já que não é necessário ter todo esse montante à mão para fazer a operação de portabilidade.

Isso tudo, aliado à redução das taxas de juros pode trazer grandes vantagens para quem optar por portar o valor do saldo devedor do seu financiamento imobiliário.

Ficou interessado? Venha conversar conosco!

Caso queira receber mais notícias sobre o mercado de imóveis. Ficar dentro dos assuntos relativos a ele. Se você tiver interesse em saber um pouco mais sobre as oportunidades do mercado, temos certeza que seremos úteis. Fazemos um trabalho bastante personalizado e que facilita a pesquisa para quem não faz parte do setor imobiliário. 

Então, use esta facilidade e fique por dentro do que está acontecendo aqui no mercado de imóveis.

Siga-nos nas redes sociais, FacebookInstagramYoutube e deixe seu comentário por lá!

Assine também nossa newsletter, clicando AQUI, e você receberá todas as novidades do site.

Nosso WhatsApp é (48) 98425 8828, será um prazer te conhecer e poder te ajudar a fazer grandes negócios.

Seu contato pode ser por e-mail, se desejar: contato@andreadusik.com

Querendo conhecer opções de imóveis disponíveis no momento, acesse: https://www.dusikimoveis.com/

Até mais e um abraço.

Andréa Dusik

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *