Você sabe quais são os pilares estruturais da autoestima?

Você sabe quais são os pilares estruturais da autoestima?

Você já parou pra pensar qual é a sua avaliação de si mesma? E sobre a importância que isso tem?

Por vivermos em uma sociedade capitalista, já sabemos que tudo tem um valor e uma avaliação que depende de vários aspectos.

Mas de uma maneira geral, você sabe qual a avaliação da sua casa, do seu carro, quanto custa o curso que você fez, a sua empresa, ou o custo da vida que você leva… E sabe também, que essa avaliação pode ser refeita com o passar do tempo e ela pode mudar dependendo da depreciação ou da valorização acorrida.

A questão é, mas como nós podemos fazer essa avaliação de nós mesmos? Ou quais são os critérios que nós utilizamos para nos auto estimar? Ou para nos validar, nos dar o devido valor?

Você poderia me dizer quais são os seus maiores valores? E baseado em que você diz isso?

Pilares estruturais da autoestima

Como o nome já diz, a auto estima é o valor que você mesma se dá e que vai trazer alicerce para a sua vida. Esses valores serão a sua base. Eles podem ser subjetivos aos olhos dos outros, mas não podem ser subjetivos pra você. Porque eles servirão de apoio pra você. Você precisa ter isso muito realista dentro de você, muito verdadeiro.

Não existem pessoas perfeitas, isso todos sabemos. Nós temos qualidades, temos defeitos e temos disfunções (que são coisas que ainda não funcionam como deveriam).

O problema das pessoas que tem baixa autoestima é que elas acreditam que as coisas são assim e que não podem ser mudadas. Que elas não são boas e que não há o que fazer em relação a isso.

Autoestima 2 - Você sabe quais são os pilares estruturais da autoestima?

Ou aquelas que tem um ego muito inflado e que se vem como infalíveis. Na verdade, isso não existe. Não há alguém tão maravilhoso assim ou tão ruim também, deixando claro que estamos falando de pessoas normais.

O equilíbrio é a palavra de ordem aqui. Precisamos ser realistas e nos avaliarmos de maneira sincera. Temos que ver o que temos de bom, assim como as coisas que precisam de melhoria. E a base para uma auto estima elevada está nas características da sua essência. Naquelas coisas que são suas e que dependem somente de você para existirem. É a sua índole, o seu caráter e também os seus talentos natos. E não o que se adquire por meios externos.

Resgate sua Autoestima

É muito comum hoje em dia, vermos os pais querendo proporcionar aos filhos aquilo que é moda, ou que dá status, ou aquilo que eles imaginam que vai fazer bem para eles. E ignoram os talentos naturais da criança. Elas querem realizar os seus sonhos através dos filhos e nem procuram identificar as tendências naturais da criança. Pensando em uma (hipotética) garantia de futuro, muitas vezes elas oprimem ou frustram os melhores dons daquela serzinho indefeso.

Normalmente quando fazemos algo que é dom natural, temos prazer e sentimos orgulho naquilo.

Quando a auto estima é criada em cima dos talentos naturais, ela tem solidez e força estrutural. É como um pilar estrutural de um prédio. Ele não pode ser removido por conta de colocar em risco toda a obra. É diferente de um pilar que não é estrutural. Esse poder ser retirado sem causar danos.

Já quando nós nos vemos fazendo algo em que nos sentimos inadequados, ou que não estamos tão confortáveis assim, podemos construir uma validação muito baixa de nós mesmos. Por isso o perigo de colocarmos nossos filhos a fazer algo que eles não têm nada a ver com eles. Até porque, não é porque os pais gostam de alguma coisa que os filhos gostarão também. Não é assim que funciona. Somos todos únicos!

Ou quando somos tolhidos na nossa criatividade natural, corremos também, um sério risco de nos tornarmos seres adultos frustrados e infelizes.

Avance em Autoestima

A pessoa precisa ter liberdade de se expor naturalmente para poder descobrir os seus maiores e melhores talentos. Sem a necessidade de agradar os outros, mas agradar a si mesma.

Temos que ter o cuidado de não tolher nossos filhos, por conta das suas falhas, mas deixar fluir os seus dons naturais. Não quer dizer que não vamos orientá-los a melhorar, mas não podemos tolher o que há de bom, a sua liberdade de ser o que de fato ele é na essência.

Se você não poder fazer nada para ajudar, pelo menos você não deve atrapalhar. Você já estará fazendo muita coisa para que ele desenvolva os seus melhores talentos e dons. E não desenvolva medos e inseguranças desnecessários.

Mas acredite, se você já chegou na fase adulta e sua autoestima é muito baixa. É importante que você se encontre com a sua criança interior e permita que ela lhe mostre os seus talentos e os seus melhores dons. Sempre há tempo para se renovar e se realizar na vida. Mesmo que para isso precisemos retomar a nossa essência e reconstruir a nossa validação. Não é uma questão de pensamentos positivos em relação a você mesma. Mas é uma questão de você reconstruir os seus alicerces. Resgatar o seu melhor! Acima de tudo, faça isso com muito amor por si mesma…

Sei que não estou errada quando digo que você veio ao mundo para uma função ou uma missão, como você quiser chamar. E que você tem todos os talentos necessários para cumprir essa missão.

Deixe sua marca por onde você for. Imprima a sua personalidade em tudo o que você fizer. Faça tudo o que for fazer com muito amor!

Só se constrói autoestima em cima da verdade, da essência e dos dons e talentos naturais que existem em você!

Desenvolvemos uma ferramenta muito útil para você avançar em autoconhecimento e gestão emocional. Acesse o site e conheça o App EuEmBusca, clicando AQUI!

E seja feliz!! Não é isso o que realmente importa?

E lembre-se:

Juntos somos mais fortes e juntos com Deus somos invencíveis!

Andrea Dusik - Você sabe quais são os pilares estruturais da autoestima?

Você pode acompanhar esse conteúdo em vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *